Uso de estatina pode reduzir o risco da cirurgia de catarata

love-medicine

Um estudo publicado no American Journal of Ophthalmology – Recent statin use and cataract surgery – revela que, a longo prazo, o uso de estatinas está associado a um menor risco de cirurgia de catarata. Já o uso do medicamento, a curto prazo, está relacionado a um risco maior.  Isto porque as estatinas, conhecidas por reduzir os níveis de colesterol, também têm um efeito antioxidante que pode prevenir o desenvolvimento da catarata. Segundo Donald S. Fong, autor do estudo, a razão pela qual somente o uso prolongado oferece proteção contra a cirurgia de catarata é que a catarata, uma vez formada, não responde a qualquer tipo de tratamento, somente à cirurgia. Ou seja, o uso de estatinas “não poderia corrigir o cristalino danificado”.  Já o uso precoce da estatina, quando o paciente é mais jovem, ou quando o medicamento é tomado por mais tempo, serve como mecanismo protetor do organismo, impedindo que a catarata se desenvolva. O aumento do risco da cirurgia de catarata com o uso de curto prazo da estatina não sugere que a causa para o aparecimento da catarata seja o uso do medicamento. Segundo os autores do estudo, com o uso de curto prazo, o paciente está apenas começando a controlar os desequilíbrios do organismo que também estão associados com o desenvolvimento da catarata. A busca por métodos eficazes para prevenir o aparecimento da catarata pode ser comparada à corrida atrás do Santo Graal, pois já dispomos do tratamento mais efetivo para a doença, no entanto, ainda não conseguimos prevenir o seu aparecimento.  O estudo mencionado traz uma relevante contribuição neste campo, mas é preciso lembrar que o uso da estatina deve ser recomendado por um cardiologista. Ninguém deve sair tomando o medicamento por conta própria, visando prevenir o aparecimento da catarata. “Por conta própria”, há outras medidas que podem ser adotadas visando a prevenção da doença, tais como: parar de fumar, evitar a exposição excessiva à radiação ultravioleta, evitar quantidades excessivas de álcool e ingerir muitas frutas e vegetais frescos.  Nenhuma evidência existente sugere que o uso de colírios ou pomadas ou realizar exercícios para os olhos vai impedir o aparecimento da catarata.

Registre suas dúvidas ou comentários...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s